BLOG.png
  • QU4RTO STUDIO

4 dicas para aprimorar seu trabalho em direção de arte

Fazer parte da direção de arte em um projeto audiovisual não é função fácil! Existem várias pedras no caminho que podem comprometer a execução do seu trabalho. Para que isso não aconteça, é importante ter em mente algumas dicas que farão com que seu trabalho flua melhor e de forma mais assertiva.

Primeiro, é importante lembrarmos que nenhuma produção é igual. As produções variam em estrutura, orçamento, tamanho da equipe, objetivos e por aí vai. As dicas que trazemos nesse post foram dadas pela Raquel Almeida, nossa parceira do Qu4rto Studio, que já participou de diversas produções com a gente como diretora de arte. Essas 4 dicas são para você deixar seu trabalho ainda mais produtivo e organizado. Vem com a gente!

1. Leia o roteiro em etapas


Ao receber o roteiro, algumas ações são importantes para aprimorar seu trabalho na direção de arte. Uma boa dia é começar grifando todos os objetos do roteiro, para entender quais são os essenciais nas cenas da produção.


Depois, leia o roteiro sob a ótica do diretor: quais são os objetos, os símbolos e os sentimentos não descritos no roteiro que poderiam ser adicionados à trama?

O mesmo deve ser feito com o documento do diretor de fotografia, storyboard, e demais documentos, caso estes existam.


Cenário da série Friends

2. Pesquise referências


Cada projeto audiovisual carrega diferentes necessidades estéticas. Um drama, por exemplo, é visualmente diferente de uma comédia ou um filme de terror. Sabendo disso, é importante pesquisar referências imagéticas para o projeto que você está encarregado no momento. Assim, ideias de luz, cores, objetos e mais vão surgindo no decorrer da pesquisa.


Mas, como cada projeto dispõe de um tempo diferente de produção, é legal criar um panorama de referências pessoas para você levar com você sempre. Assista muitos filmes, guarde referências que te interessaram em algum momento, tenha o seu próprio acervo de figuras. O Pinterest é uma boa plataforma para guardar referências.



3. Faça seu próprio documento organizacional


Nesse documento insira coisas como:

  • Paleta de cor geral;

  • Paleta de cor específica, caso necessário;

  • Pesquisa imagética de referências estéticas, de composição, de objetos, entre outras;

  • Ideias de composição, simbologia, textura e formas a serem utilizadas no projeto.

Assim que você terminar de unir essas informações e tiver alinhado o que você quer que seja o resultado para a produção, coloque nesse documento os rascunhos dos espaços. Caso seja uma locação, é legal visitá-la para entender a dinâmica do espaço. Caso seja em estúdio, procure saber quais são as limitações dele.

Ainda nesse documento, organize a partir das cenas, o que deve estar preparado para a execução de cada uma delas.


Exemplo de como você pode organizar seu documento!

4. Olhe para o projeto de forma macro


Olhar de forma macro quer dizer ver o projeto como um só e não como cenas individuais ou setores individuais. Essa dica é importante por diversos motivos, entre eles:

  • Otimizar a busca por materiais para as cenas: você não vai precisar ir nos lugares mais de uma vez buscar objetos diferentes.

  • Entender o fluxo das cenas para que, caso elementos estejam repetindo em cenas diferentes, você consiga saber onde estão, para onde vão, etc.

  • Encontrar harmonia no projeto. Olhar para o todo vai te fazer perceber se seu trabalho está coeso e se está encaixando com os outros setores da produção, se todas as cenas conversam entre si, se o resultado final é uno.

Dica bônus:


Para organizar melhor o seu material, tenha sempre um espaço no qual todas as suas coisas vão ficar separadas. Além disso, armazene-as de forma organizada: coloque etiquetas, faça planilhas. Não importa se você vai armazenar em sacolas de supermercado ou caixas enormes, o importante é que você saiba onde elas estão, quando elas serão necessárias e que o seu estado esteja preservado da melhor forma.

Gostou? A Raquel separou a planilha que ela usa para se organizar para que você possa usar nos seus projetos como diretor de arte também! É muito importante que você entenda o que vai funcionar para você ou não nesse processo, já que cada um tem uma forma única de trabalhar. Experimente e conte pra gente como é o seu processo de trabalho nesse setor também!




Este post foi baseado no episódio 02 do Qu4rto no Quarto: "O que faz a direção de arte?". Nesse episódio, a nossa diretora de arte do coração, Raquel Almeida, traz dicas de quem já faz parte do mercado, o passo-a-passo de produção na direção de arte e dicas de filmes para apurar seu olhar para direção artística em projetos audiovisuais.


30 visualizações